sexta-feira, 3 de junho de 2011

Economia brasileira cresce 4,2% no 1º trimestre

Do UOL Economia, em São Paulo

PIB no 1º trimestre foi de R$ 939,6 bi; compare

Foto 1 de 11 - EIKE BATISTA
As riquezas geradas no país de janeiro a março equivalem a 19,7 vezes a fortuna de R$ 47,55 bilhões (US$ 30 bilhões) do empresário Eike Batista, a pessoa mais rica no Brasil e a oitava no mundo Fred Prouser/Reuters
A economia brasileira cresceu 4,2% no primeiro trimestre de 2011 na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira.
Em relação ao último trimestre de 2010, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,3%. De janeiro a março deste ano, a riqueza gerada foi de R$ 939,6 bilhões .
A formação bruta de capital fixo, uma medida dos investimentos, aumentou 1,2% frente ao quarto trimestre do ano passado. O maior destaque, de acordo com o IBGE, foi a agropecuária, que registrou aumento de 3,3%. Em seguida, aparecem a indústria, com expansão de 2,2%, e os serviços, com elevação de 1,1%.
O PIB é a soma das riquezas produzidas por um país durante um determinado período de tempo. A sua variação anual reflete o quanto a economia produziu a mais, ou a menos, que no ano anterior.
No acumulado dos últimos 12 meses (encerrados em março), a economia do país teve alta de 6,2% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores.

Cálculo do PIB

Para calcular o PIB, são considerados todos os bens e serviços produzidos em um país durante certo período. Isso inclui do pãozinho até o apartamento de luxo.

O índice só considera os bens e serviços finais, de modo a não calcular a mesma coisa duas vezes. A matéria-prima usada na fabricação não é levada em conta. No caso de um pão, a farinha de trigo usada não entra na contabilidade.

Um carro de 2009, por exemplo, não é computado no PIB de 2010, pois o valor do bem já foi incluído no cálculo daquele outro ano.
(Com informações de Valor e Agência Brasil)

Veja mais

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial